ALIMENTAÇÃO DURANTE O CONFINAMENTO DA COVID-19: UM PROCESSO DE DECISÃO PARTICIPATIVA USANDO OTIMIZAÇÃO LINEAR

Autores

  • Leila Abuabara UNIFESP/ITA

DOI:

https://doi.org/10.4322/PODes.2021.008

Palavras-chave:

alimentação, otimização linear, AHP, tomada de decisão

Resumo

Durante o período de distanciamento social adotado pelo Governo do Estado de São Paulo em março de 2020 para controle da pandemia de Covid-19, uma das preocupações foi o suprimento de alimentos. Percebido que não haveria escassez, o foco passou a ser a adoção de uma alimentação de qualidade. As incertezas da duração da quarentena, a necessidade de se fazer todas as refeições em casa, juntos, e a recomendação de se minimizar saídas motivaram a realização deste trabalho. Mesmo em família, tem-se necessidades e preferências individuais a serem consideradas dentro do processo decisório. Através da combinação de um método participativo para escolhas individuais e otimização linear, propusemos uma estrutura metodológica para definição de um cardápio semanal que atendesse da melhor forma possível as expectativas de todos. Adicionalmente, o problema incluiu uma ação solidária: as compras para uma vizinha do grupo de risco, cujo distanciamento social era ainda mais rigoroso.

Downloads

Publicado

29-04-2021

Como Citar

Abuabara, L. (2021). ALIMENTAÇÃO DURANTE O CONFINAMENTO DA COVID-19: UM PROCESSO DE DECISÃO PARTICIPATIVA USANDO OTIMIZAÇÃO LINEAR. Pesquisa Operacional Para O Desenvolvimento, 13, 1–20. https://doi.org/10.4322/PODes.2021.008