ANÁLISE DA GESTÃO DE RH NA CONSTRUÇÃO CIVIL: TEORIA X PRÁTICA

  • Valmir Sales Borges UESC
  • Susany Sales Brandao UESC
  • Eliane Costa Pinto Marinho FTC - ITABUNA

Resumo

 

Este trabalho investiga a existência de uma relação entre a alta rotatividade de mão-de-obra e os procedimentos do setor de Recursos Humanos e com o desperdício de materiais, identificando os fatores que influenciam cada um deles na Indústria da Construção Civil.  São estudados os processos de recrutamento, seleção e treinamento com o objetivo de encontrar a melhor maneira de escolher pessoas mais preparadas para a ocupação dos cargos e assim propiciar a redução da rotatividade, e, por conseqüência, a diminuição de custos com o desperdício de materiais e falhas nos processos.

 

Biografia do Autor

Valmir Sales Borges, UESC
Administrador no setor da Construção Civil, Secretário do Sindicato da Industria da Construção Civil de Itabuna e Ilhéus, Professor de Qualificação Profissional e Mestrando em Cultura e Turismo na UESC-BA
Susany Sales Brandao, UESC
Economista, cursando pós-graduação em Auditória Contábil e Professora de Metodologia
Eliane Costa Pinto Marinho, FTC - ITABUNA

Graduada em Administração, pós-graduada em Gestão de Pessoas, professora de Administração da Produção e Supervisora de Estágio

Publicado
17-02-2010
Como Citar
Borges, V., Brandao, S., & Marinho, E. (2010). ANÁLISE DA GESTÃO DE RH NA CONSTRUÇÃO CIVIL: TEORIA X PRÁTICA. Pesquisa Operacional Para O Desenvolvimento, 2(1). Recuperado de https://podesenvolvimento.org.br/podesenvolvimento/article/view/41
Seção
Artigos