O AMBIENTE R COMO PROPOSTA DE APOIO AO ENSINO NO MONITORAMENTO DE PROCESSOS.

Autores

  • Roberto Campos Leoni Universidade Estadual Paulista - Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá e Associação Educacional Dom Bosco - Faculdade de Engenharia de Resende
  • Antônio Fernando Branco Costa Universidade Estadual Paulista - Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá

Resumo

 

 

Métodos estatísticos desempenham um papel central na redução da variabilidade de processos e produtos. Uma das técnicas mais estudadas e objeto de pesquisa de muitos autores são os gráficos de controle, cujo projeto envolve a elaboração do plano de amostragem e a determinação dos limites de controle. Discute-se, sob a ótica do teste de hipóteses, através da função característica de operação (CO) e dos erros envolvidos (tipo I e tipo II), a obtenção dos parâmetros ótimos para a construção do gráfico de X-barra. Duas medidas de desempenho são utilizadas: Número médio de amostras (NMA) e Tempo esperado até o sinal (TES). O Ambiente estatístico denominado linguagem R é apresentado como ferramenta de apoio ao ensino.

Biografia do Autor

Roberto Campos Leoni, Universidade Estadual Paulista - Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá e Associação Educacional Dom Bosco - Faculdade de Engenharia de Resende

 

 

Antônio Fernando Branco Costa, Universidade Estadual Paulista - Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá

Downloads

Publicado

12-03-2012

Como Citar

Leoni, R. C., & Costa, A. F. B. (2012). O AMBIENTE R COMO PROPOSTA DE APOIO AO ENSINO NO MONITORAMENTO DE PROCESSOS. Pesquisa Operacional Para O Desenvolvimento, 4(1), 83–96. Recuperado de https://podesenvolvimento.org.br/podesenvolvimento/article/view/122

Edição

Seção

Artigos